E3 2010: O que rolou na conferência da Microsoft

Escrito por: -


Acabou neste instante, a primeira grande conferência da E3 2010. Aguardada por todos, a Microsoft, como sempre, foi a primeira a dar as caras no maior evento de games deste lado do mundo, e prometeu um mar de novidades.

Dentre as expectativas e boatos, comentários sobre um Xbox Slim, novas exclusividades de impacto para o console da Microsoft e os jogos que seriam mostrados para o Kinect eram o que mais se falava.

Soma-se o fato de que, na semana passada, eles falaram que teriam uma surpresa maior do que o Natal foi no ano passado, as nossas esperanças quebraram todas as barreiras. Mas será que eles entregaram? Continue lendo para saber tudo que foi apresentado nesta conferência.

O show começou com o diretor da Treyarch demonstrando a jogabilidade do novo Call of Duty: Black Ops. O detalhe fica para o momento em que você controla um helicóptero Hind e causa muita destruição, tanto nos ares quanto na vila logo abaixo de você. No final, a informação de que todos os DLCs do Black Ops, e dos jogos da Treyarch até 2012, sairão primeiro na Xbox Live (assim como acontece agora com o Modern Warfare 2).

Após isso, uma breve introdução sobre como o Xbox é muito mais que jogo, falam da integração da Xbox Live com a internet e etc. Nada de novidade. Até que eles chamam o Hideo Kojima para o palco, para falar de Metal Gear Rising. Ele simplesmente chama o produtor de Metal Gear Rising, indicando (mas não garantindo) que agora é o Shigenobu Matsuyama que tomará conta da franquia MGS.

E este foi o primeiro balde de água fria. Mas foi mais um copo, pois não esfriou tanto assim. É apenas que, depois de um ano que a gente recebeu esta notícia, esperávamos um pouco mais do que um minuto de cena de jogo, com câmera lenta, para mostrar como você terá controle para cortar tudo que você quiser. Aliás, o “gore” do jogo é algo nunca antes visto na franquia Metal Gear Solid.

Depois disso, uma breve demonstração do Co-op de Gears of War 3, que depois seguiu com um CG de Fable 3, e uma informação deveras interessante, indicando uma parceria entre a Crytek e a Microsoft, o que pode dizer que os jogos da Crytek serão exclusivos para a plataforma da Microsotf. A sequência de vídeos termina com uma cena de jogabilidade de Halo Reach com muita adrenalina e team play.

E então, começou a garota dos olhos da Microsoft. Começaram a falar do Kinect. Em uma demonstração deveras impressionante, vimos como o aparelho é perfeito para controlar a interface da Xbox Live sem usar nenhum controle. Com reconhecimento facial e vocal, você se conecta, acessa vídeos, acelera, pausa e volta os filmes, acessa a loja, absolutamente tudo é feito com controle vocal.

Em outra parte impressionante da apresentação, uma garota mostrou que sua lista de amigos é interligada com o MSN, e você pode falar, com imagem e som, com quem não tem Xbox, mas tem o MSN Live Messenger instalado. A parte mais legal disso, foi a possibilidade de as duas pessoas verem o mesmo vídeo, como se estivessem realmente na mesma sala. E também apresentaram uma outra função do Kinect, que te segue pela sala, deixando que você se mova a vontade, pois a câmera vai sempre te deixar em foco e no centro da imagem.

Para terminar a seção do Kinect dedicada aos não jogadores, eles apresentaram uma parceria com o canal ESPN, Líder em Esportes, que irá exibir seus programas e jogos diretamente pela Xbox Live. É a sua chance de ter a melhor programação de esporte, sem pagar por uma tv a cabo. E claro, totalmente compatível com o Kinect, com você podendo parar as jogadas, mesmo em um jogo ao vivo, ver o replay, e depois voltar a programação normal. Tudo por reconhecimento de voz.

Assim, começou a maior parte da conferência. Começaram a mostrar os jogos para o Kinect. Ao ver que eles separaram 45 minutos apenas para falar disso, eu imaginava que eles iriam realmente demonstrar várias coisas. Mas eu estava ligeiramente enganado.

Eles mostraram todos os jogos que nós já falamos aqui que seriam lançados, agora com alguém jogando. EXCETO o mais esperado. No momento de mostrar o Star Wars, só apareceu um vídeo, sem ninguém realmente jogamos. O vídeo realmente impressiona, mas fica a dúvida se o jogo vai, efetivamente, funcionar com a fluidez que apareceu no vídeo. O que, vendo pelas outras demonstrações, não será bem verdade.

Em todos os outros, Kinectimals (onde uma menina brincou com um tigre virtual!), Kinect Sports, Kinect Joy Ride, Kinect Adventures, Dance Central (da Harmonix) e Your Shape: Fitness Envolved (da Ubisoft), mostraram um jogo meio lento, o que é justificável, pois o pequeno delay na resposta dos movimentos poderia atrapalhar em um jogo mais rápido.

Nos momentos finais, eles informaram que o Kinect estará nas lojas de todo mundo no final do ano, e a distribuição vai começar pela América do Norte, em 4 de Novembro. Nenhum preço foi informado.

E quando todos achavam que tinha terminado, a “grande” surpresa da conferência. Foi apresentado o Novo Xbox 360. Ele é menor, um pouco mais fino, mas nada muito marcante, completamente preto, com um HD de 250 GB e conexão WiFi. Este novo Xbox será vendido já nesta semana, pelo mesmo preço do antigo, US$ 299,00. Mas, para agradar a galera presente, eles deram um novo Xbox 360 para todos os jornalistas que se encontravam lá naquela conferência.

E assim acabou. Confesso que eu esperava muito mais. Um novo Xbox era esperado, mas acreditávamos que ele teria um leitor de alta definição, seria ainda mais fino, e seria vendido junto com o Kinect. Também se esperavam mudanças nos planos da Xbox Live, mas não foi dessa vez, de novo, que o Brasil irá receber o conteúdo digital da Microsoft.

Esperava ter mais exclusividades, mais alguma bomba, como eles prometeram. E os jogos para o Kinect, simplesmente não empolgam, embora o aparelho se mostre extremamente eficiente para as outras funções. O único jogo que empolgou um pouco foi o Star Wars, mas sem alguém realmente jogando, a experiência ficou enfraquecida.

E é isso. Vamos ver se a Nintendo e a Sony conseguem entregar a expectativa prometida, nas duas conferências que acontecem amanhã. A da Nintendo está prevista para as 13h00 (horário de Brasília) e deve durar duas horas. Já a da Sony, está prevista para as 16h00 (horário de Brasília) e eu não vi informação nenhuma sobre a duração. Só sei que é bem na hora do jogo do Brasil x Coréia do Norte. Enfim, aguardemos ansiosos.

Votar no artigo:
Nenhum voto. Seja você o primeiro!